Bem vindo(a) ao CENAPRO - Centro de Ensino e Aperfeiçoamento Profissional
 
 
 
 
 
  
NOTÍCIAS

16/09/2018
Análises Clínicas
Rapidez e efetividade dos Testes Laboratoriais Remotos (TLR) Radiometer
TLR é definido como o exame que pode ser executado fora do espaço físico do laboratório
O tempo de espera conforme categoria de risco é um indicador de desempenho fundamental na urgência/emergência, assim como na UTI e centro cirúrgico.

A redução no tempo de espera, principalmente dos pacientes graves, pode melhorar a qualidade da assistência, proporcionando mais prontamente o acesso ao diagnóstico e tratamento específico para condição do paciente.

Os benefícios de resultados rápidos de exames laboratoriais em menor tempo possível são evidentes e desejáveis, pois dão ao médico condições  fundamentais para atuar de forma imediata, promovendo intervenções para que muitas vidas sejam salvas.  A rapidez, principal característica do Teste Laboratorial Remoto (TLR) ou Point of Care (POC), é uma tendência que cresce cada vez mais no mundo, onde longos tempos de espera contribuem para superlotação dos serviços, podendo gerar uma série de problemas, incluindo resultados desfavoráveis no tratamento e evolução dos pacientes, alta tensão para a equipe assistencial e ambientes estressantes e desagradáveis (Bittencourt e Hortalle 2009; Agency for Healthcare Research and Quality – AHRQ, 2012).

O aumento pela procura de testes rápidos movimenta atualmente maciços investimentos da indústria in vitro.

TLR é definido como o exame que pode ser executado fora do espaço físico do laboratório. Por dispensar o transporte até o laboratório, proporciona evidente rapidez, agilizando a abordagem ao paciente e possibilitando intervenções imediatas nas situações de risco de vida.

Para que um TLR seja efetivo, os resultados devem ser rápidos e precisos, ter qualidade de exame laboratorial comprovada e de manipulação simples, pois poderão ser utilizados por profissionais sem formação laboratorial, como enfermeiros, médicos, fisioterapeutas, anestesiologistas, dentre outros.

No Brasil, a regulamentação técnica para funcionamento de laboratórios clínicos é determinada pela RDC 302/2005. Ela preconiza que os Testes Laboratoriais Remotos devem estar vinculados a um laboratório clínico, cujo diretor técnico será também o responsável pela manutenção da qualidade, registros e instruções de trabalho, para que seja garantida a segurança do paciente.

Assim também, podemos destacar que além de todas as características descritas, para atender as altas exigências e demandas do mercado atual, um equipamento TLR deve apresentar requisitos clínicos laboratoriais e ter boa conectividade. Softwares de gestão fornecidos pelo próprio fabricante facilitam a rastreabilidade do processo, garantindo o uso dos equipamentos somente por profissionais treinados para o uso destes e bloqueiam o funcionamento, caso os controles não tenham sido testados e aprovados.

Muitos exames rápidos são usados apenas para triagem, mas se após testes de validação contra metodologias consagradas, for atestada compatibilidade de resultados, o TLR pode ser considerado definitivo para uso em todos os segmentos da área de saúde de acordo com sua especificidade.

A Radiometer, dinamarquesa fabricante de soluções laboratoriais inovadoras desde 1935, desenvolveu equipamentos mais rápidos, de fácil utilização, com precisão de resultados comprovados globalmente contra método padrão ouro laboratorial, praticidade e leveza que colaboram para a otimização do fluxo do atendimento, permitindo melhor gerenciamento da capacidade do setor e utilização dos recursos disponíveis.

Dentre as soluções TLR da Radiometer, destaca-se o AQT90 FLEX, analisador de imunoensaio que apresenta resultados a partir de 10 minutos e o ABL90 FLEX, analisador de gases no sangue que, com inéditos 35 segundos, emite resultados com 17 parâmetros medidos.

O AQT90 FLEX disponibiliza os exames de Troponina I, Troponina T, CKMB, Mioglobina, NT-próBNP, Dímero-D, PCR, Procalcitonina e βhCG. É possível obter até 5 parâmetros em apenas uma amostra de sangue total, coletada em tubo primário e sem necessidade de preparo. A solução é capaz de medir 30 amostras por hora e aceita como anticoagulante EDTA, heparina e citrato.

O moderno ABL90 FLEX mede com apenas uma amostra de sangue: pH; gases sanguíneos (pO2, pCO2); eletrólitos (Na+, K+, Ca2+, Cl-); oximetria (tHb, sO2, O2Hb, COHb, MetHb, HHb, HbF); metabólitos (Glu, Lac, Bil).

O controle de qualidade simula amostras, gerando gráficos Levey-Jennings, regras de Westgard, atendendo as recomendações da CLIA e CAP, permitindo total conectividade com LIS e HIS.

Tão importante quanto a rapidez, é assegurar que o exame feito fora do laboratório tenha precisão e qualidade para dar suporte às decisões médicas. Por isso a Radiometer, pioneira em gases no sangue, é a marca preferida das instituições de maior prestígio no mundo.
LabNetwork

« Voltar
  
 
Desenvolvido por:
Centro de Ensino e Aperfeiçoamento Profissional - CENAPRO
CNPJ: 020.149.945/0001-87 - BELÉM/PA
Fone: (91) 3259-0673
Claro / Whatsapp: (91) 98551-9146
Tim
: (91) 98309-5846
Sistema Antistress: